• Ogro Comunicação

Ato público em prol do tombamento do Parque das Dunas acontece no dia 27/4, no CEPE Stella Maris

Atualizado: 26 de abr.

Ato público em prol do tombamento do Parque das Dunas e inserção do CEPE Salvador Stella Maris na poligonal de proteção vai acontecer na próxima quarta feira (27/4), às 8h30, na sede do Clube, com as presenças de representantes do IPAC e do presidente da Câmara de patrimônio do Conselho Estadual de Cultura, Tata Ricardo -, além de dirigentes da UNIDUNAS, Federação Única dos Petroleiros (FUP), SINDIPETRO-BA, lideranças políticas, além de associados e dependentes. O encontro tem como objetivo a notificação de processo de tombamento, na esfera estadual, do CEPE Salvador Stella Maris, no contexto de sua inserção e importância socioambiental para a proteção do Parque das Dunas.

UNIDUNAS - “Este ato é de suma importância para a comunidade baiana e brasileira. Ao lado do título de Posto Avançado da Reserva da Biosfera, concedido pela UNESCO -, a conclusão do processo de tombamento estadual do Parque das Dunas - cuja poligonal delimitada pelo Plano de Manejo engloba o CEPE Salvador Stella Maris e, portanto, a sua conjunta proteção – consolida, na esfera estadual, a proteção de 6 milhões de metros quadrados de dunas, lagoas, fauna e flora endêmicos, já reconhecidos e igualmente protegidos pela Prefeitura Municipal do Salvador”, ressalta Jorge Santana, Presidente da UNIDUNAS.


Patrimonialização - Para Dejair Santana, presidente do CEPE Salvador Stella Maris, nada seria possível não fosse o incansável trabalho realizado pela equipe técnica da UNIDUNAS e o atento olhar do IPAC para a importância socioambiental e cultural desempenhada pelo Clube, no contexto de dinamização dos fins propugnados pelo Parque das Dunas: “O CEPE Salvador Stella Maris sempre foi um importante aliado, no propósito de conservação, proteção e desenvolvimento dos projetos destinados à consolidação do Parque das Dunas. O seu tombamento, aliado à patrimonialização do CEPE, consagra esta aliança institucional e viabiliza o início de uma nova fase, pautada na dinamização do sustentável uso comunitário deste inigualável equipamento urbano”.


Federação Única dos Petroleiros (FUP) e o Sindipetro Bahia também participarão do evento


Segundo Deyvid Bacellar, Coordenador Geral da FUP, o ato público reforçará o compromisso parlamentar pessoalmente assumido pela líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Rosemberg Pinto, responsável pela interlocução junto ao IPAC, com vista à conclusão do processo de tombamento do Parque das Dunas e conjunta patrimonialização do CEPE Salvador Stella Maris: “A pauta ambiental constitui prioridade central para o parlamento baiano, assim também para a FUP e seus sindicatos. Juntos, temos envidado todos os esforços em prol da segurança, bem estar e qualidade de vida do trabalhador lotado na indústria do petróleo, assim também de todas as populações afetadas pela exploração destes recursos”.


Somados a estes objetivos, Radiovaldo Costa, Diretor de Comunicação do Sindipetro, esclarece: “O deputado Rosemberg, líder do Governo na ALBA, captou na essência a importância de tombamento do Parque das Dunas e de patrimonialização do CEPE Salvador Stella Maris, por nós sempre defendido. Os espaços protegidos pela UNIDUNAS e pelo CEPE Salvador Stella Maris são indissociavelmente responsáveis pela proteção de todo o parque, atualmente considerado como a mais relevante Unidade de Conservação Integral, em área urbana do Brasil. Nesta perspectiva, é importante ter em mente que o trabalho conjuntamente desempenhado por ambas entidades, constitui importante contrapartida socioambiental, que deve ser protegida e reforçada por todo o sistema de proteção ambiental, nas suas mais variadas esferas”.


64 visualizações