• Ogro Comunicação

CEPE Stella Maris começa negociação com Petrobras

Depois da prorrogação de prazo, clube inicia o processo de negociação

O Clube dos Empregados da Petrobras - CEPE Stella Maris e a PETROBRAS estão prestes a dar início às negociações que envolvem a ocupação do imóvel onde a entidade está sediada há mais 34 anos. Depois da decisão formalizada pela empresa, no dia 23 de novembro, acatando os encaminhamentos em reunião mantida com o clube, no dia 16 de novembro, e suspendendo a Notificação para desocupação do terreno. A direção do CEPE Stella Maris e o seu departamento jurídico solicitaram à Petrobras a abertura do processo de negociação, por meio do qual serão mutuamente transmitidos documentos e informações importantes à solução definitiva do caso.


O presidente do CEPE Stella Maris, Dejair Santana, comemora a decisão da Petrobras. Segundo ele, os mais de cinco mil associados e atletas do clube estavam apreensivos com a situação. “Com mais prazo para que possamos negociar e provar que o Clube é do petroleiro, é do associado por direito, o clima é de mais tranquilidade e esperança de uma solução urgente e definitiva. Com essa decisão, todos estarão a trabalhar de forma cooperativa, evitando a judicialização. Agora vamos compartilhar informações e documentos, que certamente irão redefinir a trajetória do CEPE Stella Maris e da própria Petrobras, aliado institucional com o qual mantemos vínculos históricos”, argumenta Dejair.


Entre tantos motivos para a permanência do Clube, a direção acredita que pesou na decisão da Petrobras as recentes conquistas realizadas pelo CEPE Stella Maris, no campo desportivo e socioambiental. O Clube tem se destacado como um celeiro para a formação de atletas olímpicos, a exemplo dos atletas Allan do Carmo e Guilherme Caribé, atual recordista Sul Americano e com grandes chances de medalhas nas Olimpíadas de Paris 2024. Segundo Dejair, o clube passa por grande reestruturação, com objetivo de manter os atletas de alto rendimento, sob treinamento exclusivo em suas instalações. “Estamos em busca de condições para consolidar o brilhante trabalho realizado por nossa equipe de natação, capitaneada pelo treinador Rafael Spinola, que também é técnico da seleção brasileira. Para isto, vamos conversar com a Petrobras sobre a possibilidade de parceria destinada à captação de verbas governamentais, que possam ser aplicadas na ampliação do nosso parque de natação e construção da nossa primeira piscina olímpica”, diz Dejair.


O presidente do CEPE Stella Maris informa ainda que , “também vamos tratar sobre o potencial patrocínio da Petrobras ao nosso medalhista sulamericano e para dois outros campeões brasileiros formados em nosso clube, com potencial olímpico. Ou seja, com a Petrobras, não queremos somente o fim desta polêmica, mas o apoio para que o CEPE possa desenvolver todo o potencial desportivo que possui, tanto para a formação de atletas quanto para a educação decrianças e jovens em situação de vulnerabilidade”, comenta.


Não é apenas no campo desportivo que o CEPE tem se destacado. Em parceria firmada com a UNIDUNAS, desde 2018, o clube vem realizando o maior trabalho de proteção, preservação ambiental e uso sustentável, em área de dunas e restinga do país. Trata-se do Parque Municipal das Dunas, Unidade de Conservação Ambiental, com mais de nove milhões de metros quadrados, conquistou o título de Posto Avançado da Reserva da Biosfera, concedido pela UNESCO. O presidente da UNIDUNAS, Jorge Santana, explica que a entidade é gestora do Parque das Dunas, cujo Plano de Manejo está em vias de ser concluído e apresentado ao governo municipal e à toda sociedade brasileira. “A partir daí, serão intensificados os trabalhos já realizados em parceria com o CEPE, em direção à promoção dos estudos, pesquisas científicas e uso sustentável do Parque e do seu relevante bioma”, informa.


Para Jorge Santana, a manutenção do CEPE Stella Maris e a função social do imóvel em que está instalado são fundamentais nessa questão ambiental. “O CEPE está situado na Zona Vermelha do Parque e desempenha, há muito tempo e de forma exemplar, o papel de apoio à preservação e proteção do Parque das Dunas. Com o término do Plano de Manejo, para o qual o clube também contribuiu, passaremos a implementar vigoroso plano de ação, que certamente interessa à própria Petrobras, já que estamos falando de multiformes iniciativas, que resultarão em expressivo sequestro de emissão de Carbono, portanto em linha com a agenda socioambiental da Companhia”, explicou.



39 visualizações